Blog

Quinta do Sobreiro / Casamentos  / Convites de Casamento

Convites de Casamento

Após ter o dia de casamento definido, bem como o local e hora, poderá começar a trabalhar nos convites.

Algumas questões a considerar antes de avançar com os convites:

1 – Será um casamento temático?
Não é de todo necessário a existência de tema num casamento, contudo, quando existe um, torna todo o processo de concepção de convite – e posteriormente escolha de decoração – muito mais simples.
Na ausência de tema pode simplesmente “aventurar-se” nos motores de busca e começar a procurar formatos que lhe agrade e que se identifique para uma primeira triagem, e quem sabe, não encontra um que sirva na perfeição.
Existindo um tema central, ou não, deverá tentar manter uma linha condutora entre o convite e restantes elementos decorativos do casamento, seja pelos tons escolhidos, elementos gráficos, lembranças, entre outros.

2 – Quem irá desenhar o convite?

Hoje em dia existem noivos(as) muito autodidatas e com sensibilidade/apetência para criar os próprios convites. O importante é não perder o foco e não desmotivar no processo, pois todos os minutos são preciosos num processo de organização de um evento.
Por outro lado, existem designers freelancers / agências / ateliers de design / entre outros, com muito mais experiência e que – a um preço justo – poderão ser uma excelente solução para que possa ter mais tempo para se dedicar a outras tarefas. É de extrema importância, logo desde início, estipular timings de entrega e não pagar a totalidade no ato de adjudicação. Os valores cobrados pelos profissionais gráficos rondam entre 50€ a 150€ (+IVA) apenas pelo design do convite. Dependendo do grau de complexidade do convite os valores podem ser superiores.

3 – Serão convites impressos, digitais ou ambos?

Já existem vários noivos que optam por convites digitais por terem alguns amigos e familiares a viverem noutro país e/ou simplesmente por uma questão de gestão de recursos.
Tratando-se de um convite digital tanto os(as) noivo(as) autodidatas como o eventual profissional contratado poderão faze-lo. Deverão, então, estudar qual ou quais os melhores formatos para enviar, seja por email / redes sociais / whatsapp / mms / entre outros, e ainda, qual a relevância de criar um site / app ou um grupo nas redes sociais com informação complementar.
Implementando algum destes pontos extra, os custos – por parte do profissional contratado – serão outros.
Optando pelo convite impresso, existirá sempre o custo extra da impressão/produção. Deverá sempre pedir ajuda na escolha do papel – ou noutro tipo de suporte desejado – principalmente com a gramagem.
Uma das vantagens em contratar um profissional para desenhar o convite é o seu conhecimento profundo no tipo de materiais existentes e a possível existência de acordos com gráficas que, consequentemente, poderão ter valores de impressão mais simpáticos.


O que deve incluir no seu convite:

  • Uma frase introdutória a convidar (*). Poderá optar por uma frase mais prática e tradicional (Nomes dos(as) Noivos(as) convidam) ou poderá dar-lhe um toque mais criativo, com um cunho mais pessoal.
  • Data do Casamento.
  • Hora (colocar entre 15 a 30 minutos antes da hora em concreto, de forma a garantir que os convidados mais atrasados estejam presentes durante toda a cerimónia).
  • Local da Cerimónia e Local da Festa (coordenadas e/ ou morada).
  • Importante: colocar uma nota que permita aos convidados informarem qualquer tipo de restrição alimentar e/ou necessidades especiais que a saúde assim o exija.
  • Contacto dos noivos(as) e/ou wedding planner.
  • Data limite das Confirmações.

(*) Em alguns convites de casamento ainda é comum encontrar o nome dos pais – e às vezes dos avós – a convidar. Utiliza-se mais quando são os mesmos a assumir a despesa total do evento.


Quando o design do mesmo estiver concluído, antes de passar para a produção, convém ter a lista de convidados do casamento definida, para que possa conseguir gerir as quantidades a serem impressas/produzidas.


Foto: Toque Final – design de eventos

Sem comentários
Publicar um comentário